testeira-loja

JOÃO MAIMONA NO TRADICIONAL EVENTO DE POESIA EU VIVO

O Movimento Lev´Arte vai realizar nesta Quinta-Feira, dia 11 de Junho de 2015, às 19h, em 13 províncias, mais uma edição do tradicional evento de Poesia Eu Vivo. Poetas, trovadores e declamadores darão vida a poética de João Maimona através dos seus poemas.

Sobre o Homenageado

Poeta, ensaísta e crítico literário, João Maimona nasceu a 8 de Outubro de 1955, em Kibokolona, Maquela do Zombo, na província do Uíge, Angola.

Depois de algum contacto académico com a área de Humanidades Científicas, na República Democrática do Congo - Kinshasa, regressa a Angola e, no Huambo, licenciou-se em Medicina Veterinária. Mais tarde, diplomou-se na área de Virologia Médica e Epidemologia Animal, pelo Instituto Pasteur de Paris e pela École Nationale Véterinaire d'Alfort, em França.

Quadro do Ministério da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, foi Director Nacional do Instituto de Investigação Veterinária (I.I.V.), de 1991 a 1993.
Académico cientificamente reconhecido, foi convidado como assistente para a Universidade Agostinho Neto.

Quando radicado no Huambo, ajudou a fundar a Brigada Jovem de Literatura, em 1981, que foi responsável pela edição de três números da publicação Aspiração.
Intitulado por alguns como a fase da Renovação, este movimento da Brigada procurava reunir os jovens em torno da actividade literária, uma vez que a Universidade não conseguia responder, nesta época, a estas solicitações.

Marcado por uma forte emotividade, nem sempre este discurso se constituía por parâmetros de literariedade. Escapando a esta banalidade discursiva, Maimona cedo encontra o seu caminho, sendo apresentado na antologia de Luís Kandjimbo e Lopito Feijó Geração da revolução, novos poetas angolanos em volta, ao lado de E. Bonavena, Lopito Feijoó, Rui Augusto, Paula Tavares e José Luís Mendonça, como um poeta de futuro promissor.

Obras publicadas:

Trajectória Obliterada, (poesia, 1985); Les Roses Perdues de Cunene, (poesia, 1985); Traço de União (poesia, 1987, 1990); Diálogo com a Peripécia, (teatro, 1987); As Abelhas do Dia, (poesia, 1988, 1990); Quando se ouvir os sinos das sementes (poesia, 1993); Idade das Palavras (poesia, 1997).

Contamos com a sua colaboração para a divulgação deste evento.

Melhores Cumprimentos

Kiocamba Cassua

Secretário Executivo / Movimento Lev´Arte

+244 917 05 15 50 /// 927 00 17 80

Ler 1110 vezes

Contacto

AV. Ho-Chi-Min, Largo das Escolas
1.º de Maio - CEP 2767 Luanda

Telefone: (222) 322 421 Fax: (222) 323 205

e-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Blogs

blogspotuea1    blogspotueamulembeira           blogspotueanguimba
         
ytlogo2   blog-poetenladen   logotips