testeira-loja

Arnaldo Santos apresenta novo livro

Paulo de Carvalho afirmou que o mais recente livro de contos do escritor Arnaldo Santos, intitulado "O mais-velho menino dos pássaros", trata da educação ambiental das crianças e o respeito pela fauna e flora.

Falando na apresentação da obra, Paulo de Carvalho revelou que o livro permite o contacto directo com uma diversidade de plantas e animais, aves em particular, hoje desconhecidas pelos mais novos.

O livro de contos é uma autobiografia de alguns anos da adolescência do escritor, entre 1940 e 1950. Naquela altura os jovens e as crianças sentiam como era indispensável proteger os animais, as plantas e as lagoas.
O livro, com 36 paginas, teve uma tiragem de mil exemplares e traz ilustração de Luandino Vieira.
A narrativa da obra de Arnaldo Santos destaca nas suas mensagens a educação dos filhos, a diferenciação étnica, os direitos humanos e a preservação do Ambiente.

Arnaldo Santos considera que a relação do homem e da criança com a natureza merecem uma investigação dos ambientalistas, arquitectos e moradores das zonas com espaços verdes reduzidos.

"Estou expectante pela forma como os leitores vão receber a obra. Espero que os pais, professores e assistentes sociais contem a história às crianças para que saibam como é urgente proteger a natureza. O urbanismo resolveu alguns problemas, mas há outros que forma criados. Tínhamos uma floresta galeria repleta de preciosidades de aves e já sabíamos que devíamos preservá-la".

"Tenho saudades de ouvir o canto dos pássaros na cidade. Há cada vez menos espaços verdes em Luanda", lamentou, acrescentando que o bairro do Kinaxixi ocupa um lugar especial na narrativa. Arnaldo Santos nasceu em Luanda, em 1935. Na década de 50 integrou o chamado "Grupo da Cultura". Colaborou em várias publicações periódicas da capital entre as quais a revista "Cultura", o Jornal de Angola (da década de 50), "ABC" e "Mensagem", da Casa dos Estudantes do Império". É membro fundador da União dos Escritores Angolanos (UEA).

Aos 20 anos publicou a sua primeira colectânea de contos, "Quinaxixi". Com o livro de crónicas, "Tempo do Munhungo", conquistou em 1968 o Prémio Mota Veiga, o mais importante antes da Independência Nacional.

 

UEA-Digital, Seomara Santos, Pesquisa JA

Ler 894 vezes

Contacto

AV. Ho-Chi-Min, Largo das Escolas
1.º de Maio - CEP 2767 Luanda

Telefone: (222) 322 421 Fax: (222) 323 205

e-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Blogs

blogspotuea1    blogspotueamulembeira           blogspotueanguimba
         
ytlogo2   blog-poetenladen   logotips