Imprimir esta página

África, Escritas Literárias Destaque

Classifique este item
(0 votos)

Não se pode querer explicar a escravidão na América Portuguesa porque o recorte é o do mun do colonial no conj7unto. Não há uma explicação para a escravidão na América Portuguesa, outra para a escravidão na América Espanhola ou na América Inglesa. Não pode ser, não é assim que se passa a história. Porque o todo não é a soma, é a síntese. (Novais, 2005, p. 376).

 

Informação Adicional

  • Autor: Vários Autores
  • Genero: Ensaio
  • Editora: UEA
  • Ano: 2010