testeira-loja

Entrevista a José Manuel Saraiva Destaque

Escrito por  Pvarzim
CE – José Manuel Saraiva é autor do romance histórico Rosa Brava. Gostaria de falar um pouco da sua obra para as Correntes d’Escritas?

JMS - O romance foi há pouco tempo editado em Itália…! Eu tenho uma grande paixão pela História e, um país com oito séculos de existência como Portugal, tem uma história riquíssima. Eu escolhi um período da  nossa história que é a Alta Idade Média, no reinado de D. Fernando e D. Leonor Telles. A rainha D. Leonor sempre me fascinou…Loura, de olhos azuis e muito avançada no tempo…uma mulher que estava fora do seu tempo…e eu gosto desta perversão!

D. Leonor era casada quando foi viver para a corte de D. Fernando. Ela chegou à corte, apaixonou-se e abandonou o marido, com que tinha casado contra vontade por imposição do tio, o Conde de Barcelos…e casou com D. Fernando. Engravidou duas vezes antes de conseguir de facto ter uma criança. Conseguiu-o à terceira vez, as más línguas diziam ser resultado dos amores com o conde Andeiro…Esse é um período da História verdadeiramente fascinante que deu origem ás Guerras Fernandinas, porque o povo não queria D. Leonor como regente, à qual chamava de “aleivosa” – mulher pérfida, traidora. Para piorar a situação, D. Leonor era uma mulher que odiava a plebe…


CE – Seomara da Veiga Ferreira também se debruçou sobre esta personagem…


JMS – Muita gente escreveu sobre ela devido ao tal encanto que ela exerce sobre os ficcionistas. A Seomara também lhe deu um sentido diferente, ela escreve na primeira pessoa! O que obriga a escrever a história como a autodefesa  da personagem. Se formos para o Pinheiro Chagas já é o contrário…António Figueiredo, ainda pior…É, de facto, uma personagem fascinante…


CE – Está a escrever ou vai lançar brevemente um novo romance?


JMS – Estou mesmo a acabar. Tenho de entregá-lo em Março. É sobre a embaixada do Rei D. Manuel ao Papa Leão X da qual faz parte um elefante, uma onça…Foi a embaixada mais fabulosa que algum dia o Papa recebeu…


CE – Faraónica…


JMS – Claro que, no tempo de Aníbal, já havia elefantes…Mas na época, na Europa, não eram conhecidos…

É, também, altura da perseguição aos judeus…


CE – Depois da morte de D. João II…


JMS – Exactamente! Até 1514, acabando a 11 de Fevereiro desse ano…


CE – E fez anos exactamente no dia anterior à inauguração das Correntes d’Escritas…

Ler 3546 vezes

Contacto

AV. Ho-Chi-Min, Largo das Escolas
1.º de Maio - CEP 2767 Luanda

Telefone: (222) 322 421 Fax: (222) 323 205

e-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Blogs

blogspotuea1    blogspotueamulembeira           blogspotueanguimba
         
ytlogo2   blog-poetenladen   logotips