testeira-loja

Para começo de história...

Ler a obra Eu à sombra da figueira da Índia sem conhecer a história pessoal de Alberto Oliveira Pinto é sabê-la apenas em parte, de superfície, destituída de circunstâncias que revelam o complexo processo de (re)construção da identidade angolana experimentado pelo autor a partir da (re)criação da própria infância passada em Luanda, na confortável residência do Beco do Balão, durante a década de 1960.

 

As relações entre literatura e sociedade tem ocupado o centro da atenções da teoria e crítica literárias a bastante tempo. O presente trabalho tem por objeto a análise do realismo fantástico de Jorge Miguel Marinho e o contexto histórico-social em que uma de suas obras foi produzida.
Viver sob o sol é a nossa condição irreversível. E também sob a sua sombra. José Luís Hopffer C. Almada in "O Parto da Sombra ou Confissões do Autor", À Sombra do Sol, volume I, Praia,1990
As vozes que despontam no cenário literário africano na contemporaneidade consolidam uma luta travada nos primórdios das guerras pela descolonização nos países africanos de língua portuguesa.
O objetivo deste trabalho é mostrar a possibilidade de diálogo entre os contos «A terceira margem do rio», de Guimarães Rosa e «Nas águas do tempo», do escritor moçambicano Mia Couto. Ambas narrativas se constróem em torno de um rio cuja simbologia nos autoriza direcionar sua leitura para a busca do conhecimento através do resgate de uma memória ancestral, garantidora da perpetuidade humana.

Contacto

AV. Ho-Chi-Min, Largo das Escolas
1.º de Maio - CEP 2767 Luanda

Telefone: (222) 322 421 Fax: (222) 323 205

e-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Blogs

blogspotuea1    blogspotueamulembeira           blogspotueanguimba
         
ytlogo2   blog-poetenladen   logotips