testeira-loja

Quero começar a apresentação desta obra para parafraseando o ensaísta português João Gaspar Simões, para perguntar o seguinte: É o poeta um pensador?
Publicado em Críticas e Ensaios
Em primeiro lugar devo agradecer ao amável convite de Manuel Rui para realizar essa apresentação e à Editora Nzila, por tornar, graças aos auxílios da Universidade Lusíada, Manuel Rui e Universidade Agostinho Neto (ISCED), possível minha presença hoje.
Publicado em Críticas e Ensaios
Nas várias modalidades de práticas de comunicação de que uma sociedade se dota, se pode ler o seu dinamismo cultural. Com efeito, nelas se constituem reservas de energia potenciadoras do seu desenvolvimento cultural.
Publicado em Críticas e Ensaios
quarta, 06 janeiro 2010 19:27

"Poder, Literatura e Cultura"

I. QUESTÕES PRÉVIAS E OPERATÓRIAS:

Mantendo fidelidade à praxe que caracteriza as nossas prelecções desta natureza, propomos três rápidas abordagens preambulares, visando balizar ou criar os parâmetros dentro dos quais iremos operar.

 

Publicado em Críticas e Ensaios
Se nos pedissem que de maneira lacónica fizéssemos a apresentação (desnecessária, por sinal) do livro “No Útero da Noite” e do seu autor diríamos simplesmente: - Aqui mora a poesia! E eis aqui o seu construtor, o “alquimista” da palavra! E talvez lêssemos também a síntese biográfica do autor. E ponto final. “O escritor possui uma paixão que é suficiente para o justificar: - a produção da forma.” Roland Barthes
Publicado em Críticas e Ensaios
A tarefa de apresentação duma obra comporta duas boas vantagens e, ao mesmo tempo, uma inconveniente para o apresentador.
Publicado em Críticas e Ensaios

1. Introdução

Quero, antes de tudo expressar a minha profunda gratidão á União dos Escritores Angolanos pelo honroso convite que me foi formulado para falar da Reforma Educativa em Angola.

 

Publicado em Críticas e Ensaios
O presente não existe, é só o ponto de encontro entre o futuro e o passado. Pepetela, Muana Puó
Publicado em Críticas e Ensaios
O NACIONALISMO ANGOLANO, UM PROJECTO EM CONSTRUÇÃO NO SEC. XIX? Através de três periódicos da época: O Pharol do Povo, Tomate e o Desastre.
Publicado em Críticas e Ensaios
quarta, 06 janeiro 2010 18:47

O 'Feitiço' de Um Discurso Legitimador

“O Romance é uma morte; faz da vida um destino, da recordação um acto útil, e da duração um tempo dirigido e significativo. Mas esta transformação só se pode realizar aos olhos da sociedade.” “Toda a Literatura pode dizer: Lavartus prodeo, eu avanço apontando o dedo à minha máscara.”

Roland Barthes

 

Publicado em Críticas e Ensaios

Contacto

AV. Ho-Chi-Min, Largo das Escolas
1.º de Maio - CEP 2767 Luanda

Telefone: (222) 322 421 Fax: (222) 323 205

e-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Blogs

blogspotuea1    blogspotueamulembeira           blogspotueanguimba
         
ytlogo2   blog-poetenladen   logotips