Bio Quem

João Rosa Santos

“Escrever, é também ser e estar na vida. Escrevo poesia, procurando ajudar os demais a compreender os contornos da história passada e da vida presente. Acredito que escrevo para os outros, pois é a melhor forma de escrever para mim. Julgo que isto, bem justifica a razão de meus poemas”.

In Contornos da Vida – Contracapa.

João Da Rosa Paulo dos Santos, ou simplesmente João Rosa Santos, ou ainda somente Jó, nasceu em Malange aos 28 de Maio de 1961. É jornalista e actual Director do Gabinete de Comunicação e imagem da Sonangol Distribuidora.

“ Pois é ! Nestas andanças de informação, registar pormenores faz parte do nosso ofício. É assim, sempre foi assim, será sempre! Por isso talvez, para os menos ou mais entendidos, por vezes nós, os escribas, somos tratados de “Mujimbeiros”. Deixemos, no entanto, este “papo” para outro dia. Aconteceu faz poucos dias, em Kinshasa, capital da República Democrática do Congo. Estávamos por lá, no cumprimento do dever profissional, nesta grata missão de fazer chegar o petróleo e seus derivados muito longe. Conversamos bué de mambos, coisas da vida, de bumbas do quotidiano. Entre nós, uma Madame parlave sem cerimónias, no compasso de mujimbação. Qual caladeira qual quê? Na verbologia tuga metia missosso, no francês não arredava pé e, em lingala, também spikava. A conversa era rija. A madame sempre com o papo no ponto. Sem desconversar. A Filosofar, sem gaguejar, acertando nas contas, como canja, super emancipada . Alguns, buamados, outros abafados, os de lá e os de cá. A senhora tipifica o exemplo de mulher trabalhadora, conhecedora e atenta aos assuntos da terra, de África, do mundo. Não era a sua primeira deslocação ao Congo – Democrático. Antes pelo contrário! Por lá já tivera passado “N” vezes. Melhor, desde a primeira hora, tomou parte no processo de implantação da Sonangol Congo. Madame que também é chefe, é doutora, “Refina” bué fixe, o dossier da internacionalização da nossa companhia, cujo domínio e conhecimento é por demais evidente...

Mamã Congo - In João Rosa Santos. Croningolando – Página 15

JRS tem quatro obras publicadas, nomeadamente “ Quando o coração chora”, “ Contornos da Vida”, “Que Mal Fizemos Nós? e Croningolando, uma série de crónicas sobre a empresa de que é director de Comunicação e Imagem. É membro efectivo da União dos Escritores Angolanos. Membro Fundador da Brigada jovem de Literatura de Angola, da qual, foi seu secretário provincial, em Malanje, durante alguns anos.

“Aiuê Malanjeé...estou te ver se te conhecer. Desconsegui de te sentir na muxima que dói por saber – te esquecida. Mastiguei teu solo, você que meu viu nascer, e os meus olhos choram secos por ver – te “canjunjada”. Katolotolo te pegou, assim com kinjoto matula e jihady buererê, a passar mal com a paralisia que te está a “choetar”. Te vi, te senti, te pisei, nos últimos dias de Dezembro findo. Consigo dancei o reveillon, entrei em janeiro e, caramba pá, mesmo sapateando, deu para entender que na Malásia, nem tudo está a cuiar. Me desculpem só os Nguvulos, mas estou apenasmente a zulear no ponto rebuçado. Malanje, ontem muito falada, hoje relegada ao silêncio. Quase que ninguem te fala, ninguem te resolve. São mambos atrás de problemas, são soluções kafucoladas e a cidade caminha na capanga, sem gingunzo, inconformada”.

In Que Mal Fizemos Nós? – Página – 09.

Sobre João Rosa Santos diz Lúcio Assis: “o grito ideário do poeta, enriqueceu o ócio o sonho, no lamber ainda, da imensidão grávida da noite. O poeta, este que tento descrever, caiu em mim como o suar das palavras insalivadas de um lirismo que se lhe oferece ao arrefecer dos olhos perdidos na miragem sólita do seu “eu” e na conotada afirmação que uso fazer em como o poeta vive corando e ressuscitará primeiro que o cristão, dilatando a sus consciência individual numa abordagem que muitos determina – se na generalidade. João Rosa Santos, ele o poeta que nasce parido de um sentimento atrofiado pela sociedade que criou, transforma – o no rosário perdido da vida que o levou a morrer na mística mensagem da poesia. Ainda bem que julgamos um coração, como ou sem mágoa, cujo leito, transformado em lágrimas, nele mergulhamos todos na travessia longínqua, para não afogarmo – nos na cadeira do estilo discernido que nos é posto á prova. Se não, tão somente temos a afirmar que mais um poeta... um novo poeta...velho de poemas desembarcou”.

Para Luís Fernando, director do Jornal de Angola e também homem ligado às letras, uma vez que conta com uma obra intitulada 90 Palavras: “ João Rosa Santos é o homem a quem devemos esta dádiva. Jornalista Sensível e atento aos problemas do seu país, como tem de ser, de resto, todo profissional da sua classe, fez da captação de uma atmosfera actuante e em franco desconcerto o seu compromisso – mor, andando nisto anos inteiros. Dialogou, escutou, constatou, mas acima de tudo, colocou – se na posição do escriba que, de caneta em riste, sabe observar para depois fazer, qual discípulo de Van Gogh, o fresco de uma realidade palpitante. O jornalista continua com o seu raciocínio, afirmando que: “ Sem pressas nem grandes pretensões, Rosa Santos foi deixando disseminado pelas páginas do Jornal de Angola o resultado das suas observações, vivências e descobertas, mas em primeira instância, as imagens de marca de uma realidade feita de inquietações e muitas perguntas sem respostas. A vida num contexto de múltiplas distorções é, no fundo, isso mesmo: um somatório desordenado de perguntas suspeitas. E a pena indagadora de Rosa Santos, irreverente às vezes, que nos estende o convite para que, também nós, nos perguntamos porque diabo a “Doutora Kagibanga”, dona e senhora de uma “beleza capaz de endiabrar os mais pacatos corações” no passado, vive agora de mão estendida no Roque Santeiro, envlhecida (...) pedinchando esmolas”.

Informação Adicional

  • Nascido em: 1961-05-28
  • Naturalidade: Malanje
  • Gênero literário: Poesia

Contacto

AV. Ho-Chi-Min, Largo das Escolas
1.º de Maio - CEP 2767 Luanda

Telefone: (222) 322 421 Fax: (222) 323 205

e-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Blogs

blogspotuea1    blogspotueamulembeira           blogspotueanguimba
         
ytlogo2   blog-poetenladen   logotips