Imprimir esta página

Victor Fontes

“A aresta viva

da faca

cortou-lhe a asa

ali

no ângulo mais agudo

da casa

a seca poeira do chão

virou lama

e assim

quem antes voava

retido ficou

preso à cama

oriental

bela

em laca

que ódio

à aresta viva

da faca.”

Excerto do poema Concreto, in “Luz no prisma”

Victor Fontes é engenheiro electrotécnico de formação, formado pela Faculdade de Engenharia da Universidade “Agostinho Neto”. É membro fundador da Brigada Jovem de Literatura(BJL), criada em Luanda, em 5 de Julho de 1980.

Partir

não que ser

necessariamente

como quebrar um sonho

pode ser uma ponte

uma ligação...

não te esqueças

da mensagem

envia-a pelo mar

irei recebê-la na onda

em cada rebentação.

Excerto do poema “para Sandra”, in “Luz no prisma”

Publicou em 1985, o seu primeiro livro de poesia, intitulado “Luz no prisma”. Tem colaboração dispersa na gazeta da UEA, “Lavra e Oficina”, na revista da BJL intitulada “Aspiração” e no suplemento “Vida & Cultura” do Jornal de Angola.

Informação Adicional

  • Naturalidade: Uíge
  • Gênero literário: Poesia