Bio Quem

João Maimona

“inventei alegorias. Palavras cobrindo sublavras: eram metáforas quando meus dedos cantaram o rosto do meu retracto e concebi o lúmem atravessado por silêncios”

In Idade das Palavras.

João Maimona

Nascido em Kibokolo, Maquela do Zombo, província do Uíge, João Maimona, é actualmente deputado da Assembleia Nacional, pela Bancada do MPLA Estudou humanidade cientifica em Kinshasa, República Democrática do Congo. Em 1978, fixou residência na província angolana do Huambo, onde licenciou – se em Medicina Veterinária.

“as palavras que desciam uma e outra . a síncope/ da realidade não podia silenciar o sismo e os rios/ d’africa que espreitavam subúrbios:/ o sonho apaixonado de um destino comum…””

In Festa da Monarquia

João Maimona é diplomado em estudos superiores especializados em virologia médica e epidemiologia animal, pelo institut pasteur de Paris e pela École Nationale Vétérinaire d´Alfort, na França.

Poeta, ensaísta e crítico literário, foi membro fundador da Brigada jovem de literatura no Huambo. Foi laureado duas vezes com um dos mais prestigiados prémios nacionais, o prémio Sagrada Esperança, com as obras Trajectória Obliterada (1984) e Idade das Palavras (1996).

Em 1987 foi distinguido com a medalha de bronze no concurso internacional de poesia organizado pela academia brasileira de letras, na cidade do Rio de Janeiro. Sua obra poética é objecto de estudo em diversas universidades, nomeadamente na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (Portugal) e na Pontifícia Católica de Minais Gerais (Brasil).

“fiz voar uma noite consciente/ apenas/ uma lágrima imensa deixei cair/ á beira da palavra perfeita/há uma noite que sobrevive em cada lágrima”.

In Idade das Palavras.

Figura em distintas antologias em Angola, Portugal, Brasil, Espanha, Bélgica, França e Macedónia. Alguns dos poemas seus foram objecto de tratamento no âmbito da escultura, numa belíssima amostra de intertextualidade protagonizada pelo escultor angolano Massongi Afonso, um dos mais proeminentes nomes das artes plásticas angolanas, intitulada O falar das Máscaras. Poesia e escultura, exposição essa que sob os auspícios da Alliance Française de Luanda, esteve aberta ao público durante o mês de Abril de 2000, na associação dos franceses de Angola. JM é autor de 7 obras, nomeadamente: Trajectória Obliterada (Poemas – 1985), Les Roses Perdeus de Cunene (Poemas – 1985), Traço de União (Poemas – 1987), Diálogo com a Peripécia (teatro – 1987), As Abelhas do Dia (Poemas – 1988),

Informação Adicional

  • Nascido em: 1961-10-08
  • Naturalidade: Kibokolo, Maquela do Zombo - Huije
  • Gênero literário: N/A

Contacto

AV. Ho-Chi-Min, Largo das Escolas
1.º de Maio - CEP 2767 Luanda

Telefone: (222) 322 421 Fax: (222) 323 205

e-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Blogs

blogspotuea1    blogspotueamulembeira           blogspotueanguimba
         
ytlogo2   blog-poetenladen   logotips